Fale Conosco
17 3301-3901

» Notícias

Na mídia - Desaposentação é tema de matéria na Rádio Líder

Para muitas pessoas a aposentadoria significa o fim da linha na carreira profissional. Mas, na verdade não é bem assim. Segundo Davi de Martini Júnior, consultor previdenciário, a pessoa que se aposenta pode continuar trabalhando e contribuindo com o INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social). Com a segunda contribuição o trabalhador tem o direito de solicitar a desaposentação. É como se fosse uma revisão do valor da aposentadoria atual mais o valor do tempo de trabalho após a aposentadoria. “É o direito de quem aposentou e continuou contribuindo com o INSS em ter concedido uma nova aposentadoria renunciando a aposentadoria que recebia anteriormente.” A nova aposentadoria pode ser para o segurado que continuou contribuindo com o INSS ou passou a contribuir para outro órgão, por exemplo, o Estado. O cálculo incluirá todo o tempo de contribuição incluindo os novos salários. Os valores variam, por exemplo, uma pessoa que se aposentou com um salário mínimo pelo INSS em 1992 e continuou trabalhando até hoje pode receber uma aposentadoria de R$2.250. Outra questão a ser analisada é que alguns analisam que o aposentado deve devolver o dinheiro da aposentadoria anterior para conseguir a nova. “Na justiça existem dois entendimentos, um diz que o aposentado terá que devolver o valor recebido na aposentadoria, ou diz não há necessidade de devolução. Porém, na maioria dos casos, mesmo que o aposentado tenha que devolver os valores recibos, ainda sim é vantajoso, pois no final da ação o que ele teria que receber do INSS acaba se compensando no que ele teria que pagar.” O INSS entende que a aposentadoria é irrenunciável, porém a Constituição Federal entende que o aposentado pode renunciar a aposentadoria para ter uma nova, por isso o processo deve ser iniciado na Justiça. Joice Cremonesi - Líder Notícias

17 3301-3901 - contato@mhsa.com.br
Avenida Lino José de Seixas, 1171
São José do Rio Preto - SP
Marcelo Henrique - Sociedade de Advogados. Todos os direitos reservados.